Tag: POESIAS

garca-e-o-indigente

Quem és… ?

Quem és tu, oh Garça? A voar livre dentre as poucas árvores remanescentes… Quem és tu, Oh Indigente? Que repousa sereno em um gramado sem nome… Quem viu a Garça? Andando majestosa em direção ao Indigente… Quem viu o Indigente? Quem vê um Indigente? Quem és tu, oh governador? Cujo número e nome invadem sem…